Wednesday, April 22, 2009

Guest Box


O espaço que se segue é da inteira responsabilidade do
Anónimo:

A dupla norueguesa que vem do frio do norte é um exemplo típico da resistência à evidência. Formados em 1998, desde logo nos habituaram a sonoridades quentes e ternas. Em “Melody A.M.”, o primeiro longa duração, conseguem reunir a aprovação da grande maioria ao apresentarem um conjunto de músicas deliciosas a roçar por vezes o pueril.

Intercalado por um segundo álbum menos consensual, “Júnior” foi editado o mês passado e parece recuperar os Royksopp do início de carreira. Um tudo nada mais “upbeat” que os trabalhos anteriores, consegue colocar-nos no centro da órbita e embalar-nos em meios sorrisos inocentes. Com o empréstimo providencial da voz enternecedora de Lykke Li, o tema “Miss It So Much” conquista pela candura e inocência da melodia, ajudada pelas palavras apaixonadas de saudade. É daquelas que se pode ouvir, ouvir e voltar a ouvir. O máximo que nos pode acontecer é ficar a sonhar de olhos abertos.

O Anónimo confere. Música para bebés que os adultos devem ouvir…

Royksopp, Miss It So Much

5 comments:

R2D2 said...
This comment has been removed by the author.
R2D2 said...

Ora qui está um projecto que me foi apresentando há uns anos pelas mãos aqui do "Anónimo". Isto com o "Anónimo" é uma constante troca de cromos. Temos as nossas divergências mas o que não faltam são cruzamentos para nos encontrarmos, e são sempre encontros enriquecedores.
Aquele abraço "cabrón"!

Happinêss said...

Ora, Anónimo, obrigada por teres feito o meu texto ruído por terra. Sim, era sobre Royksopp. Gracias, meu.

Mariana said...

lololol!Vá não se zanguem. Dêem as mãos e espalhem amor!!

ANÓNIMO said...

Happinêss, eu prometo que não foi de propósito. Pra semana vou tentar redimir-me da coincidência...