Wednesday, July 11, 2012

SBSR

Passada quase uma semana, e porque assim por vezes os compromissos o obrigam, só agora vos falo do segundo (grande) dia do SBSR de 2012. Sem me estender para lá do estritamente essencial, 6a-feira foi o dia em que o "barulho" venceu a apatia. Refiro-me, obviamente, a Rapture e a Horrors. Duas grandes bandas, um tanto paralelas em relação ao restante cartaz, que fizeram muito mais do que lhes foi solicitado. O pouco público reconfirmou-se e o espaço para podermos fruir de ambas mostrou-se generoso. E ainda bem. Foram concertos poderosos, consistentes e muito familiares. Os Rapture não se esqueceram do seu primeiro álbum, aquele que os definiu como a banda que hoje são. Os Horrors também incluíram o seu último álbum, amaciando o público para depois atacarem os mais inexperientes com os seus riffs demolidores. Pena foi que a tenda electrónica não tenha rematado em dobro a energia precedida. Para o ano há mais...

No comments: