Wednesday, December 8, 2010

Cartas do Anónimo


"E escusam de se chegar a mim. Não cheiro bem nem oiço ninguém. Só penso nela. Vou e venho, do mesmo lado do passeio, sem dar pelo frio. É o meu mundo, crueldade e dependência, talvez a única coisa que partilho com ela, por sermos cegos e surdos. A pura paixão, fraqueza dos meus instintos. Só penso nela e ela nem sequer sabe quem eu sou; apenas mais um quase cadáver onde se instalar até que chege a hora do estertor. Escusam de olhar para mim. Não vos vejo e oiço tudo muito ao longe. Só compulsão de voltar a vê-la, senti-la e morrer com ela. Já não sei se tenho frio ou calor. Perdi a vontade de olhar para mim. Ela, é ela que me sopra o coração fraco. É a minha paixão. A minha dramática paixão"...


Abe Vigoda, Dream Of My Love (Chasing After You)

No comments: