Wednesday, March 24, 2010

Cartas do Anónimo



Há vezes em que me dá uma vontade louca de começar por dizer uma coisa e depois evoluir para outras que tenham a ver com o que foi dito inicialmente sem perder o fôlego e desdobrar em seguida outra ideia tão próxima da anterior que já nem é preciso parar para explicar o que está a ser transmitido por ser tão homogéneo na sua génese assim como na sua forma de interlocução em direcção a um qualquer resultado que substitua a ordem limitada e forçosamente lógica da expressão de uma manifestação indomável e absurdamente incontrolável que é todo e qualquer acto criativo. Certo? Depois dos The Cure os Black Kids. Depois os Egyptian Hip Hop e assim por diante sempre sem parar.


Egyptian Hip Hop, Rad Pitt

3 comments:

Hugo Tavares Gageiro said...

Bom Som anonimo! xD

Bem falta pouco tempo para maio...
anos do johny.. vens cá as caldas ou o que?


http://sem-metrica.com

ANÓNIMO said...

Olha quem é ele?!! Já estou a preparar o fígado ;) Abc

Leididi said...

Homegéneo na sua génese. Sim senhor.