Wednesday, December 2, 2009

Cartas do Anónimo



Quando os ouvi pela primeira vez recuei imediatamente 25 anos na minha história. Mais uma daquelas descobertas que nos faz pensar que o tempo não passa. Estou-me a referir a dois mundos unidos pelas canções: aquele que vivia de despreocupações mundanas e experiências infantis e o mundo actual, consciente, difícil.
Quando uma banda tem a capacidade de nos fazer flutuar entre experiências é bom sinal. No caso dos Local Natives, oriundos do sul da Califórnia, essa capacidade nasce da espiritualidade e celebração com que orquestram os seus temas. Fundeados nos mares da pop-folk anglo-saxónica, profícuos em percussões expressivas e coros oníricos, este bem-vindo jovem quinteto garante a continuação da espécie (musical, entenda-se). Mais uma das poucas boas surpresas para 2009. O álbum acaba de sair para os escaparates. O Anónimo confere…



Local Natives, Airplanes

No comments: