Saturday, August 29, 2009

Guest Box

O espaço que se segue é da inteira responsabilidade de Happinêss:

What else is in the teaches of…?

Muito do que é dito sobre a artista que se segue passa sobretudo pela sua badalhoquice. Peaches é efectivamente badalhoca e não tem complexo em mostrá-lo ao mundo. Ex-professora de música do primeiro ciclo, cedo percebeu que sexo e electroclash combinados constituem a mais alta manifestação artística.

Há três anos, no Garage, tive oportunidade de lhe ver as cuecas e penso que depois disso nunca mais terei olhado para lingerie da mesma forma. Peaches é para se ouvir de vez em quando, mas quando se faz, é para ser a sério. É que por detrás das insinuações erótico-sexuais-putéfias das suas canções, está uma canadiana que escreve, produz, toca e programa música de raiz e na vanguarda da batida electrónica.

O quarto álbum já está aí e arrisco dizer que é dos melhores a par com The Teaches of Peaches. I Feel Cream é completo e complexo, tem uma mãozinha dos Digitalism e dos Soulwax, e é dele que extraio para os Xuke’s listeners esta faixa de um estranho acento pop e doce como um pêssego deve ser.

Peaches, Lose You

1 comment:

Wellen said...

e esta música é fantástica. diferente do estilo a que ela nos habituou