Saturday, July 4, 2009

Guest Box

O espaço que se segue é da responsabilidade de Gervásio



Aceitei sem pestanejar o amável desafio do R2D2 para vos trazer aqui uma música e escrever um post. Se me foi fácil decidir qual a música que gostaria de partilhar convosco, tive mais dificuldade em descobrir em que tom escrever o post. A dificuldade com o tom talvez resulte de adorar música mas me faltar formação musical. Apenas não quero que este convite do Xuke Box se torne para todos numa decisão grave ou um choque agudo. Veremos.

Conheci a banda e canção que vos ofereço através de um filme que me marcou. Música e cinema são dois corpos com intimidade inabalável. Tal como não consigo dissociar um filme da música que o compõe, quando ouço uma música que me diz bastante, não consigo deixar de fazer o meu próprio filme dela. Creio que se pode chamar a isto "videoclip mental". Devia haver mais deles no You Tube. Eu acho.

Não é pelo brilhantismo do filme. Simplesmente vi-o no momento certo, numa fase crucial que amplificou as emoções que senti. Também mexeu comigo por ser uma pequena produção "indiependente", por ser um filme que gostava de ter sido eu a escrever, por ter momentos de simplicidade belíssima e pela presença da Natalie Portman que é sempre música para os meus olhos. Por vezes gostamos das coisas pelas razões erradas, neste caso fico feliz se assim for.

Por tudo isto, esta e uma outra canção que fazem parte do filme foram amor à primeira audição. Depois quis conhecer melhor a banda e o resultado foi ter-se tornado numa das minhas bandas americanas de eleição. Só não sei se eles são Democratas ou Republicanos. Na Wikipédia não diz.

Mas o motivo pelo qual resolvi escolher esta e não outra (tinha um punhado delas em carteira) foi há pouco tempo ter voltado a revisitar o filme. Só que desta vez aconteceu o inverso: foi a tal música que chegou a mim. De novo. E uma vez mais foram as circunstâncias especiais e até algo cinematográficas que a trouxeram. A música surgiu-me na altura exacta, a completar um momento perfeito. E foi assim que conquistou o direito de entrar directamente para a banda sonora da minha própria vida.

O filme é o Garden State, The Shins o nome da banda e a música chama-se "Kissing the Lipless". Espero que oiçam, espero que gostem e espero sobretudo que consigam realizar os vossos videoclips mentais.

The Shins, Kissing the Lipless



Podem ouvir mais escolhas musicais de Nuno Gervásio no BLIP

6 comments:

Mariana said...

Obrigado Nuno pela viagem que me fiszeste fazer... é um filme fantástico e uma banda sonora mais que perfeita.

Muito bom.

Anita said...

Fantástica escolha:) Garden State é um do filmes da minha vida e, vou ser eternamente grata à maravilhosa Miss Natalie Portman por me ter apresentado estes meninos : D

gervasio said...
This comment has been removed by the author.
Gervásio said...

Mariana e Anita, fico realmente feliz por terem gostado da minha escolha. É sempre bom encontrar pessoas a quem este filme, esta banda e esta música dizem muito. Havemos de criar um clube de fãs. ehehe Mais uma vez muito obrigado pelo convite, deu-me imenso prazer escrever este post. Beijos e assim

Catarina said...

Só podias escolher uma coisa fantástica destas, Nuno. Também digo obrigada.

:)

A said...

tinha-me esquecido deste filme e do quanto ele significa para mim... é incrível como alguns dos meus melhores momentos se perdem no esquecimento.
lembro-me de ter feito uma nota mental durante o filme: "sacar a banda sonora". mais vale tarde que nunca.

obrigado nuno.