Friday, January 23, 2009

Guest Box

O espaço que se segue é da inteira responsabilidade de Leididi


Esta balada que vos deixo, por Leididi
Pediram-me que escrevesse qualquer coisinha relacionada com música. Eu disse que não era especialista da cena e avisei que a coisa podia não correr bem, mas insistiram. Ora eu sou uma rock and roll kind of girl e tenho para mim que o rock não morreu, está só a dormir. Para além disso, gosto de baladas. Slows, como dantes se dançavam nas festas de garagem, lembram-se? Dei por mim a pensar nisso e de repente, na rádio, começou a tocar o Don’t Cry, dos Guns n’ Roses.


Fechei os olhos e deixei-me ficar ali, suspensa na guitarra do Slash (não há som como a guitarra dele) e na voz do Axl, que oscilava entre aqueles agudos arranhados e os graves a puxar ao amor. Foi quando me atingiu: o Don’t Cry é uma das melhores baladas rock de sempre! É melosa, melodiosa, lembra tempos de paixões assolapadas (todas as miúdas adolescentes dos anos 90 tiveram uma paixão pelo Axl), tem drama qb e entra no ouvido e nos ossinhos todos do corpo. Primeiro é a cabeça que abana para lá e para cá, suavemente. Depois são os ombros. Depois fecham-se os olhos, bem apertados, franze-se o sobrolho e canta-se a plenos pulmões. No fim da música, em que todos tentamos segurar o yeah impossível do Axl, ficamos de rastos. Abrimos os olhos e continuamos na nossa vidinha, com os acordes iniciais da música a soar repetidamente na cabeça.

Guns N'Roses, Don't Cry



Guns N' Roses - Don't Cry

6 comments:

R2D2 said...

Ó Leididi,
Olha que eu sou rapaz para calçar umas botas "El Charro" e convidar-te para dançar este slow, ai sou sim...

Antígona said...

Olha, até eu canto!! lol

CrisTina said...

Saudades das festas de garagem!

ANÓNIMO said...

Leididi, esta música explica muito da natureza das mulheres (e dos homens). Agora percebo-te um bocadinho melhor...

Cris Tina, não é de garagem mas a festa do Xukebox vai fazer lembrar muito desse espírito...

Lek said...

É da Leididi. A culpa de eu ainda não ter feito a ponta-de-um-chifre esta tarde, a não ser andar a cuscuvilhar a www à procura de baladas "RockFM" que me fui lembrando.
A culpa é d'ela e dos Firehouse, dos Tuff, dos Hardline, dos Bad Company e de mais meia duzia de gadelhudos loiros metaleiros que esgalhavam baladonas como ninguém.

Ominona said...

Leididi: Perfeita descrição do que faço e sinto quando oiço essa música;)
bj

Alminha Mariana: Bom blog, boa música, pessoal com gosto;)
bj