Tuesday, October 7, 2008

Amy Winehouse

Será a primeira e única vez que aqui falaremos do fenómeno chamado Amy Winehouse.
Nas notícias hoje lê-se "Amy Winehouse tenta suicidar-se". E eu pergunto, desde quando é que isto é notícia? Notícia será "Amy Winehouse morreu" e, ainda assim, não será inesperada.

Não me interpretem mal. Gosto muito da música dela e acho, como muita gente, que ela é um talento desperdiçado, mas não posso com o culto que se vem fazendo de uma criatura decadente. Ela não é uma heroína, ela é drogada. Ela não é uma estrela, ela é uma pobre coitada que precisa de ajuda à séria. Ela não é um ícone, ela é alcoólica. Ela não é exemplo, ela é a decadência em pessoa. O mundo tem pena que assim seja, por isso há que parar de a colocar num pedestal, como se fosse uma rainha, vitíma da sociedade contemporânea.

Os concertos são deprimentes, as aparições são ridículas e as declarações são, no mínimo infelizes. E o pior é que a rapariga ainda só tem 25 anos, será que consegue aguentar mais dois anos, para morrer com a mítica idade de 27 anos?! Se bem que, não merece.

4 comments:

Happinêss said...

Alminha, discordo quando dizes que ela não é heroína... Façam-lhe umas análises ali no Ricardo Jorge e digam-me se não é heroína....

O pior disto tudo é que a gaja canta com alma... A Amy deve ter sido fadista...

Alminha Mariana said...

lolololol. Tenho que dar a mão à palmatória. É heroína, claramente heroína. Desculpa, Amy!

Anonymous said...

;Oi então a postagem .. achei da hora pra caracas pskpakspksp!!!
putaaaaaaaaa falou oq pensa, simplesmete Adoreiiiiiiiii kkkkk!!!

franciele said...

Oi então a postagem .. achei da hora pra caracas pskpakspksp!!!
putaaaaaaaaa falou oq pensa, simplesmete Adoreiiiiiiiii kkkkk!!!